VACINAÇÃO ANTIRÁBICA – ROMARIZ -15.30h – Largo da Igreja (Rua António José Paiva e Sousa)

CALENDÁRIO DA CAMPANHA DE VACINAÇÃO ANTIRÁBICA E DE IDENTIFICAÇÃO ELETRÓNICA 2019

11 de setembro (quarta-feira)

10.00h – SANTA MARIA DA FEIRA –Rossio (Largo Camões) – http://goo.gl/maps/69OlP

11.00h – SANTA MARIA DA FEIRA – Remolha (Rua N. Sra. de Fátima) – http://goo.gl/maps/OF8K6

 

12 de setembro (quinta-feira)                                           

14.30h – ARGONCILHE – Largo da Igreja (Rua São Martinho) – http://goo.gl/maps/os0I5

16.00h – ARGONCILHE – Largo da Rua Pereira – http://goo.gl/maps/hIqDq

17.00h – ARGONCILHE – São Pedro do Rio (Rua 25 de Abril) – http://goo.gl/maps/w3Vya

13 de setembro (sexta-feira)

10.30h – CALDAS DE S. JORGE – Largo da Igreja (Avenida da Igreja) – http://goo.gl/maps/1uFsH

14.30h – LOUROSA – Largo da Feira dos Dez – http://goo.gl/maps/Y0tl9

16.30h – LOUROSA – Largo da Igreja – http://goo.gl/maps/WoHkw

 

17 de setembro (terça-feira)

14.30h – VILA MAIOR – Avenida da Igreja – http://goo.gl/maps/p5HBv

15.30h – GIÃO – Largo da Igreja (Avenida da Igreja) – http://goo.gl/maps/vb6mn

16.30h – GUISANDE – Largo da igreja (Largo Padre Francisco Oliveira)-http://goo.gl/maps/scFeK

 

18 de setembro (quarta-feira)

10.00h – FORNOS – Largo da Igreja – http://goo.gl/maps/cHHCK

11.00h – MOSTEIRÔ – EN 109 (Largo da Igreja) – http://goo.gl/maps/vZvwf

 

19 de setembro (quinta-feira)

14.30h – LOUREDO – Largo do Areal (Rua do Emigrante) – http://goo.gl/maps/UHr2y

15.30h – VALE – Largo da Igreja (Av. da Igreja) – http://goo.gl/maps/5WM4m

16.00h – VALE – Pessegueiro (Av. da Igreja/ Largo do Cruzeiro) – http://goo.gl/maps/y7ISO

 

20 de setembro (sexta-feira)

14.30h – CANEDO – Rua Praça (Largo da Igreja) – http://goo.gl/maps/jfSdn

16.00h – CANEDO – Rua Rio Douro, 2672 (Largo das Oliveiras) – http://goo.gl/maps/AUbQT

17.00h – CANEDO – Várzea (Travessa Rio) – http://goo.gl/maps/No1tW

 

24 de setembro (terça-feira)

14.30h – NOGUEIRA DA REGEDOURA – Largo da Igreja (Av. São Cristóvão) – http://goo.gl/maps/wFepc

16.30h – SÃO PAIO DE OLEIROS – Rua Jóias (Parque Lazer) – http://goo.gl/maps/5C3Rc

 

25 de setembro (quarta-feira)

14.30h – LOBÃO – Largo da Igreja (Rua São Tiago) – http://goo.gl/maps/XG4M5

16.00h – FIÃES   – Largo da Igreja (Rua de Santo Amaro) – http://goo.gl/maps/XpYd0

 

26 de setembro (quinta-feira)

14.30h – SOUTO – Largo do Eleito Local (Travessa do Eleito Local) – http://goo.gl/maps/xpGS5

16.00h – TRAVANCA – Largo da Igreja – http://goo.gl/maps/PxI99

 

27 de setembro (sexta-feira)

10.00h – ARRIFANA – Largo da Feira dos Quatro (Praça Guerra Peninsular) – http://goo.gl/maps/67F3n

11.00h – ARRIFANA – Manhouce (Rua Afonso de Albuquerque) – http://goo.gl/maps/vLZ6e

14.30h – MILHEIRÓS DE POIARES – Largo da Igreja (Rua João Paulo II) – http://goo.gl/maps/88dZ1

15.30h – ROMARIZ – Largo da Igreja (Rua António José Paiva e Sousa) – http://goo.gl/maps/zVsdh

 

1 de outubro (terça-feira)

14.30h – ESCAPÃES – Largo do Souto (Rua Padre Albano Paiva Alferes) – http://goo.gl/maps/KgOpS

15.30h – ESCAPÃES – Largo de Nadais (Rua de Nadais) – http://goo.gl/maps/va8rJ

16.30h – PIGEIROS – Largo da Igreja (Rua Padre Inácio Costa e Silva) – http://goo.gl/maps/W5BVc

 

2 de outubro (quarta-feira)

10.00h – SÃO JOÃO DE VÊR – São Bento (Rua Unidade de Saúde) – http://goo.gl/maps/EWDtS

11.30h – SÃO JOÃO DE VÊR – Airas (Largo das Airas) – http://goo.gl/maps/pudWo

14.30h – PAÇOS DE BRANDÃO (Largo da Igreja) – http://goo.gl/maps/OHW9T

16.00h – RIO MEÃO Largo de Santo António – http://goo.gl/maps/Mkb3x

 

3 de outubro (quinta-feira)

15.00h – SANGUEDO – Praça do Eleito Local (Rua Parque) – http://goo.gl/maps/otHSB

4 de outubro (sexta-feira)

10.00h – SANFINS – Rua Américo Lopes Resende (junto ao mini golfe)- http://goo.gl/maps/DvW5qkRwSVv

11.00h – ESPARGO – Largo da Igreja – http://goo.gl/maps/RSPuI

14.30h – MOZELOS – Rua do Murado (Parque do Murado) –  http://goo.gl/maps/zGmx7

16.30h – SANTA MARIA DE LAMAS – Largo da Igreja (junto ao Café Paralelo) – http://goo.gl/maps/8Lybz

Relvado sintético – Campo dos Valos – PT50 0010 0000 5717 7430 0013 4

Apelo à população!

Relvado sintético – Campo dos Valos – PT50 0010 0000 5717 7430 0013 4

A colocação de um piso sintético no Campo dos Valos, em Romariz é, algum tempo a esta parte, uma aspiração legítima desta Junta de Freguesia, das sucessivas direções do Romariz Futebol Clube e dos Romarizenses que se interessam e que seguem o futebol na nossa Freguesia. Nos últimos anos, em quase todas as freguesias do concelho se procedeu à substituição dos velhos campos pelados por recintos com piso sintético. No Concelho de Santa Maria da Feira, apenas o Romariz, o Soutense e o Caldas utilizam campos pelados, pelo desconforto e insegurança que proporcionam. Neste momento a equipa da Associação Reguenga Palhota, de Romariz, a participar na Liga INATEL, utiliza o recinto desportivo do Fermedo, exatamente porque possui piso sintético.

O elevado custo da sua colocação, cerca de 200 000€, e as sucessivas perturbações nas direções de Romariz Futebol Clube, ao longo dos últimos anos, foram adiando a solução deste problema, mas neste momento parecem reunidas as condições de se avançar para o melhoramento do nosso recinto desportivo. A Junta de Freguesia de Romariz, atenta a esta problemática, está decidida a avançar com o processo e, para o conseguir, conta com a colaboração e o apoio da Câmara Municipal em 50% da obra, até ao limite de 100 000€ e da Associação de Futebol de Aveiro (que concede um subsídio de 5 000€). E para a verba sobrante, conta com a solidariedade e o contributo das instituições de Romariz, em especial do Romariz Futebol Clube, e dos Romarizenses em geral. Trata-se de um espaço público, colocado ao serviço de toda a população da nossa Freguesia.

A Junta acredita que, com esta benfeitoria, o Romariz Futebol Clube, e outras instituições, possam finalmente, apostar nas camadas jovens.

Para o efeito, a Junta de Freguesia criou uma conta bancária, no BPI, com três nomes (Emília Fátima Alves Sá, Anacleto Costa e Alexandra Moreira Rocha) para onde serão canalizadas todas as verbas, todos os donativos para esta nobre causa.

A Junta de Freguesia de Romariz, como proprietária do terreno e infraestruturas, quer deixar aqui um forte apelo à sua contribuição!

COLABORE!!!!

Pode faze-lo para a seguinte conta bancaria:

CONTA NO BANCO BPI: IBAN PT50 0010 0000 5717 7430 0013 4

MUITO OBRIGADO!!!

Programa e-mili@

Programa e-mili@

Enquadrado no Plano Estratégico para a Terceira Idade do nosso Concelho, a Câmara Municipal em pareceria com a Junta de Freguesia, continua a desenvolver o Programa e-mili@ que pretende proporcionar o acesso à sociedade do conhecimento, dinamizando sessões formativas de informática e de acesso à Internet.

As sessões realizam-se às 6 feiras, das 9,30h/11,30h, no Salão Nobre desta Freguesia.

Todos os interessados, com idade superior a 60 anos, podem proceder à inscrição na Junta de Freguesia de Romariz.

 

Tarifas Sociais na eletricidade e gás / Redução da Taxa Audiovisual na fatura da Luz

A tarifa social é uma redução adicional na fatura mensal de eletricidade e gás natural, que pode ser acumulada com outras ofertas ou promoções aplicadas pelas respetivas companhias elétricas. tarifa social na luz e gás é um mecanismo que visa garantir às famílias mais carênciadas o fornecimento destes serviços, a preços mais suportáveis, com o preço kwh luz e gás mais baixo. Com esta proposta, a eletricidade beneficia de uma redução de 33,8% e o gás de 31,2%.

As condições de atribuição serão validadas pela segurança social, que por sua vez comunicará as empresas comercializadoras que clientes terão acesso ao desconto social. Ao contrário do que ocorria antes de 2017, esta tarifa mais reduzida é atribuída automáticamente, e o desconto deverá estar referênciado diretamente na fatura de luz e gás. Os consumidores que saibam que têm direito e não verifiquem este desconto na fatura deverão contactar com as respetivas fornecedoras dos serviços contratados, e solicitar a aplicação da tarifa social. Os consumidores poderão consultar as suas faturas para verificarem se o desconto está mencionado.

Os descontos são aplicados em contratos com potências a baixo de 6.9kwh, e com o escalão de gás até ao 2. O salário anual familiar e os apoios sociais recebidos, contarão para determinar a validação da atribuição da tarifa social.

 

Redução da Taxa Audiovisual na fatura da Luz

Sobre a contribuição da taxa audiovisual na eletricidade, tem existido, nos últimos anos, a descontentamento por parte dos consumidores, já que este imposto é pago em duplicado na eletricidade e nos serviços de internet e fibra ótica.

De acordo com a Deco, no setor da eletricidade, e até agora, este imposto é de carácter obrigatório, já que financia o serviço público de televisão. O valor desta taxa atualmente situa-se nos 2,85€ por mês (3,02€ com IVA).  Caso a fatura da luz seja bimensal, isto é, a cada 2 meses, o valor a pagar é o dobro.

Atualmente quem receba apoios sociais, terá acesso direto a uma redução deste imposto, passando a pagar apenas 1€ por mês (1,03€ com IVA) da taxa audiovisual, permitindo apoiando os consumidores baixar a conta da luz. Tal como acontece na tarifa social de eletricidade e gás natural, a aplicação deste apoio é efetuada de forma automática pelas empresas de eletricidade, através do cruzamento de dados da Direção-Geral de Energia e Geologia.

Caso os consumidores recebam apoios sociais da segurança social, e verifiquem que a taxa audiovisual está a ser cobrada na totalidade, deverão contactar com o fornecedor elétrico e solicitar que seja efectuado o respetivo desconto. De igual modo, a tarifa social de eletricidade também poderá ser solicitada desta forma.

A a isenção da taxa audiovisual ou a devolução de valores, também é possível, quando nos locais de consumo não se verifique um consumo de energia superior a 400 kwh por mês.

 

Apoios para investimento na Agricultura – ADRITEM

A ADRITEM, enquanto entidade gestora de fundos neste território, vem por este meio divulgar a oportunidade de financiamento a fundo perdido para apoiar projetos relacionados com agricultura:

Medida 10.2.1.1- Pequenos investimentos nas explorações agrícolas

Esta medida de apoio pretende apoiar financeiramente agricultores no ativo ativos ou novos agricultores (ainda sem atividade aberta) no apoio ao investimento em

– Plantações;

 – Máquinas e equipamentos novos;

 – Instalação e modernização de sistemas de rega;

 – Preparações de terreno;

– Pequenas construções de apoio – pequenos armazéns, casas de máquinas.

 O investimento total do projeto pode ir até 40 000€ e a taxa de fundo perdido é 50%. Toda a análise das candidaturas é feita pela equipa da ADRITEM, garantindo celeridade e apoio.